201710.16
Fora
0

1ª Turma do TRT-10 mantém responsabilidade subsidiária da União por negligência na fiscalização do contrato com empresa de terceirização, amparada na mais recente decisão do STF sobre o tema.

Primeira Turma analisou a matéria sob o ângulo da decisão proferida pelo Supremo Tribunal Federal, nos autos do Recurso Extraordinário (RE) 760931, com repercussão geral, publicada em setembro de 2017. A Primeira Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10) manteve decisão de primeira instância que, comprovando a ausência de fiscalização do contrato…

201710.16
Fora
0

Decisão da JT-MG prestigia negociação coletiva que estabeleceu tolerância de 10 minutos para marcação de ponto.

A 6ª Turma do TRT mineiro, em voto da relatoria da juíza convocada Gisele de Cássia Vieira Dias Macedo, confirmando decisão de 1º grau, negou provimento ao recurso apresentado por um trabalhador que pretendia receber, como extras, o tempo de deslocamento entre a portaria da siderúrgica e o relógio de ponto, na entrada e saída…

201710.16
Fora
0

Empresa de segurança terá que indenizar funcionária assediada sexualmente por empregado da tomadora de serviços.

A vigilante trabalhava na portaria de uma empresa com a qual a empregadora, uma empresa do ramo de segurança, mantinha contrato de prestação de serviços. Lá sofreu assédio sexual por parte de um coordenador. A empregadora nada fez para reprimir o comportamento e acabou sendo condenada a pagar à vítima do assédio indenização por dano…

201710.16
Fora
0

Empregados de agências bancárias com portes diferentes não têm direito a equiparação salarial.

Um empregado que trabalhou no Itaú Unibanco como gerente de agência recorreu de processo em que pleiteava, entre outros itens, equiparação salarial. O argumento foi que exercia a mesma função de um colega (usado como paradigma), porém recebia remuneração inferior. A empresa também recorreu do tema, afirmando que o trabalhador (paradigma) atuava como “gerente geral…

201710.16
Fora
0

Bancária com deficiência auditiva será indenizada por ausência de intérprete de Libras em reuniões.

A Sexta Turma do Tribunal Superior do Trabalho desproveu agravo do Banco Santander (Brasil) S.A. contra decisão que o condenou a indenizar uma bancária com deficiência auditiva que, em reuniões, não contava com intérprete na Linguagem Brasileira de Sinais (Libras). A Turma também rejeitou recurso da trabalhadora, que pretendia aumentar o valor da indenização, fixada…

201710.16
Fora
0

Da seleção ao trabalho em equipe, jogos corporativos ajudam a engajar funcionários.

Jogos e brincadeiras podem combinar mais com o ambiente corporativo do que você imagina: com a ajuda da tecnologia, empresas oferecem serviços que criam games personalizados capazes de substituir (ou trabalhar em conjunto com) processos seletivos, treinamentos ou desenvolvimento de habilidades específicas. Os serious games, em geral, são oferecidos por companhias terceirizadas e podem ser…

201710.16
Fora
0

O que fazer quando os valores da empresa não são os mesmos dos funcionários.

Um dos principais desafios das organizações que têm como diretriz a valorização da diversidade é aterrissar este valor, ainda recente no mind set corporativo, para suas práticas regulares. Assim como todo aspecto cultural, trata-se de um processo que leva tempo para se consolidar, sobretudo quando envolve o tema da diversidade e inclusão. Isto faz com…

201710.16
Fora
0

Aumenta o uso de trabalhadores temporários.

De acordo com o estudo anual da consultoria Hays “Global Skills Index”, que mede o acesso ao talento em 33 países e apresenta tendências do mercado de trabalho de profissionais qualificados, a adoção de arranjos de trabalho mais flexíveis, como o temporário, vem crescendo em diversos países nos últimos cinco anos. Para empresas e profissionais,…