30
março
2016
Clipping, Mídia,

Veja dicas para não sair do sério com colegas difíceis no trabalho.

No ambiente de trabalho, é importante se relacionar de maneira cordial com os colegas para manter a boa convivência e a harmonia.

Mas, quando se convive com pessoas que pensam e agem de maneiras diferentes, muitas vezes levadas pelo estado de ânimo e pelas mudanças de humor, é preciso se valer da inteligência emocional para não perder a paciência e se deixar levar pelo calor das emoções, segundo Jacob Rosenbloom, CEO da Emprego Ligado.

Rosenbloom dá nove dicas para lidar com os colegas mais difíceis e dar uma lição de classe e etiqueta profissional.

Administre a situação
É importante não tratar o colega mal e nem fofocar sobre ele (a) com outros colegas. Atitudes assim podem fazer de você o algoz e inverter os papéis.

Converse abertamente
A melhor saída para momentos de conflito com alguém sempre será ter uma conversa sincera. Por mais que seja difícil falar sobre como o outro lhe incomoda, explique com sinceridade e delicadeza e peça sugestões de como melhorar a convivência.

Não seja deselegante
Utilizar-se de grosseria não é uma opção que contribuirá para a diplomacia profissional. O importante é não deixar o sentimento de raiva lhe invadir para não perder o controle.

Leve o problema ao gestor
O gerente da área, mais do que ninguém, deve estar atento às singularidades de cada um. Caso identifique comportamentos em dissonância com a cultura da empresa, reporte o problema sem tom de fofoca e explique os fatos para que seja tomada uma definição.

Não finja demência
Agir como se nada estivesse acontecendo quando na verdade esta é uma grande forma de auto-sabotagem, além de fazer mal à saúde, ocasionando ansiedade e angústia. Confronte o problema, avalie a gravidade e tome uma ação para mudar.

O corpo fala
Tente não fazer cara de quem está desconfortável e nem deixe de olhar nos olhos da pessoa enquanto fala sobre questões relativas ao trabalho. Mostre-se imparcial diante do comportamento e das palavras que ele expressar.

Avalie o problema
Analise o colega que causa irritação e busque saber, com bastante cautela, se outros no trabalho também se sentem incomodados. Certifique-se que o seu ponto de vista sobre a situação tem fundamento.

Aceite o diferente
As pessoas são diferentes e, portanto, vivem e pensam de maneiras contrárias. Não concordar com a maneira como as pessoas escolhem levar a vida não quer dizer que elas estejam erradas. Afinal, elas podem pensar o mesmo sobre você.

Tenha empatia
Muitas vezes um funcionário pode estar passando por problemas familiares ou mesmo no trabalho e, por isso, apresentar problemas de convivência. Tente descobrir o que acontece e se ofereça para ajudar caso seja necessário.

Fonte: G1, 29.03.2016

Os artigos reproduzidos neste clipping de notícias são, tanto no conteúdo quanto na forma, de inteira responsabilidade de seus autores. Não traduzem, por isso mesmo, a opinião legal de Granadeiro Guimarães Advogados.

Compartilhe
Comentários

Calendário

março 2016
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Acompanhe no facebook